quinta-feira, 3 de março de 2011

Os Cem Conselhos de Padampa Sangye


Depois de muito esperar, finalmente nossos desejos foram atendidos.

A editora Lótus do Saber lançou um livro de Dilgo Khyentse Rinpoche em português, na verdade é um livro de conselhos do grande mestre indiano Padampa Sangye com comentários de Dilgo Khyentse.

Uma imperdivel preciosidade que anda meio escondida em estantes físicas e virtuais do nosso país.

Como diz Lopon Osel no prefácio: Se você for um budista sério, sua mente também precisa se tornar budista. Isto significa ter menos emoções negativas, como a inveja e a raiva, por exemplo. O propósito de publicar este livro é ajudar cada pessoa a vencer as emoções negativas.

Veja alguns trechos:

Nossos atos, palavras e pensamentos determinam nosso karma, ou, em outras palavras, a felicidade e o sofrimento que nos estarão reservados.

O corpo é o barco que nos conduzirá às praias da libertação; o corpo é uma pedra amarrada ao nosso pescoço para que afundemos nos abismos do samsara: o corpo está a serviço tanto do vício quanto da virtude.

Todos os seres desejam ser felizes, mas tentam encontrar a felicidade por meio de ações negativas, que só podem trazer sofrimento.

A união de marido e mulher e de pais e filhos nesta vida tem sua origem em ações passadas e resulta de um karma recíproco. É preciso que façamos tudo para evitarmos brigas e vivermos em paz.

Mesmo que fôssemos milionários, nos vestíssemos como príncipes e comêssemos como reis, esses privilégios estão destinados à impermanência. O nascimento conduz à morte. Existe algum ser, um único que seja, que tenha escapado desta lei?



Nenhum comentário: