quarta-feira, 28 de agosto de 2019

Sogyal Rinpoche, nota de falecimento

Sogyal Rinpoche


"Queridos amigos,
Eu tenho algumas notícias muito, muito tristes para lhe dar. A saúde de Sogyal Rinpoche deteriorou-se hoje depois que ele sofreu uma embolia pulmonar e deixou este mundo por volta das 13h na Tailândia. Os médicos fizeram tudo o que puderam, mas não conseguiram restaurar a função de seu coração. Embora a sua morte tenha sido súbita, de certa forma, foi muito pacífica e serena, e ele foi cercado por estudantes próximos e amorosos.
O Rinpoche está agora descansando em meditação. Vários Lamas estão nos apoiando com orientação precisa a cada passo, especialmente Sakya Gongma Trichen Rinpoche. Por favor, durante este tempo, concentre-se em Narak Kong Shak e no Coração de Vajrasattva, juntamente com o Mantra das Cem Sílabas, e especialmente este será um momento importante para se concentrar na prática do Guru Yoga e unir a mente com a mente sábia do nosso amado mestre.
Vou mantê-lo atualizado com mais informações e novidades.
Com todo o meu amor,
Jacki lee

sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Meditação, não fique chateado.

Kyabje Dudjom Rinpoche

“Algumas pessoas têm muitos pensamentos quando meditam – uma torrente incontrolável. Se isso lhe acontecer, não fique chateado nem pense que a sua meditação é um fracasso. É apenas um sinal de que você está se dando conta de pensamentos que passariam despercebidos em circunstâncias comuns. Não fique chateado com isso. Não pense que você precisa suprimir ou eliminar os pensamentos. É dito que, aconteça o que acontecer, você deve meditar sem esperança e sem medo, sem dúvidas e sem expectativas. Isso é o principal. “


                                                                    "Conselhos do meu coração"
                                                                     Kyabje Dudjom Rinpoche

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Apaixonado pelo Mundo



APAIXONADO PELO MUNDO: a jornada de um monge pelos bardos do viver e do morrer, de Yongey Mingyur Rinpoche e Helen Tworkov, oferece um relato raro e íntimo da experiência de quase morte de um monge budista de renome mundial, que teve como resultado a conquista de uma sabedoria transformadora.
Aos trinta e seis anos de idade, Yongey Mingyur Rinpoche era uma estrela em ascensão dentro de sua geração de mestres tibetanos quando, uma noite, saiu de seu monastério na Índia para embarcar em um retiro errante. Ele queria despojar-se de seus títulos e de sua identidade pública para explorar os aspectos mais profundos de seu ser, mas imediatamente percebeu que não estava preparado para as duras realidades fora do monastério. A jornada aventureira teve uma reviravolta surpreendente quando ele ficou mortalmente doente por intoxicação alimentar. Sua prática de meditação ao longo da vida o havia preparado para enfrentar a morte e ele agora tinha a oportunidade de testar a força de seu treinamento.
Neste livro de memórias poderoso e inusitadamente sincero, o mestre budista revela as lições inestimáveis que teve a partir de sua experiência de quase morte e ensina como enfrentar o medo por meio das práticas de meditação que o sustentaram.
"Um dos livros mais inspiradores que já li." Pema Chödrön, autora de Quando tudo se desfaz e O salto
"Eu amei este livro. É tocante, inspirador, profundo e completamente humano". Jack Kornfield, autor de Psicologia do amor
"Este livro me faz pensar que a iluminação é possível e necessária." Russel Brand
"Com este livro, Yongey Mingyur Rinpoche nos presenteia com muito mais do que apenas uma leitura hipnotizante." Sharon Salzberg, autora de A real felicidade
"Parte thriller, parte relato autobiográfico e parte ensinamentos budistas sobre como viver uma vida com significado... Que livro extraordinário!" Richard J. Davidson, autor de A ciência da meditação

  • Formato: 15,5x23cm
  • Páginas: 296
  • Tradutora: Paula Rozin
  • Preço: R$44
  • Peso: 450g
  • ISBN: 978-85-66864-70-0
  • EDITORA LÚCIDA LETRA 

Onde está a liberdade?

Kyabje Dudjom Rinpoche

"A raiz do Darma é a sua própria mente.
Dome-a e estará praticando o Darma.
Praticar o Darma é domar a mente.
Quando domar a mente, você será livre!"

                                                  Kyabje Dudjom Rinpoche
                                                      "Conselhos do meu coração" - Ed. Makara

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

sexta-feira, 3 de maio de 2019

Prece de Aspiração


Dudjom Rinpoche


Que possamos obter a grande confiança da Visão da perfeita igualdade 
de ambos saṃsāra e nirvāṇa.

Que possamos grandemente aperfeiçoar e fortalecer a Meditação, que está naturalmente descansando no estado inalterado.

Que possamos ganhar maior habilidade na Ação, que é natural e espontânea não-ação.

Que possamos naturalmente descobrir o Dharmakaya, que está além de ganhar e perder.

                                                                                  por Jñāna



Kyabje Dudjom Rinpoche compôs espontaneamente esta prece de aspiração  Dzogchen em quatro linhas, por ocasião de seu primeiro ensinamento de "Atingir a Essência em Três Palavras" no Ocidente, a uma assembléia de treze estudantes em Paris, 1976.

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2019

Auto-liberação

Estátua de Sera Khandro


No meu isolado refúgio de montanha de aparências ilimitadas,
Permanecendo na prática onde o mundo e além surgem como ornamentos,
Eu sustentei a natureza fundamental, livre da fixação na esperança e no medo.
Contemplando meu verdadeiro rosto - luminosidade inata -
Eu possuo as instruções sobre a auto-libertação das aparências.

No meu isolado refúgio de montanha de desprendimento auto-luminoso,
Descansando na prática da luminosidade sem apego,
Eu sustentei a natureza fundamental da simplicidade auto-emergente.
Contemplando meu verdadeiro rosto - abertura despreocupada -
Eu tenho os ensinamentos sobre a auto-libertação de emoções destrutivas.

                                                                                       Sera Khandro

quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Atenção plena (Consciência pura)

Sua Santidade Dudjom Rinpoche

Embora centenas ou milhares de explicações sejam dadas,
Há apenas uma coisa a ser entendida,
Conheça a única coisa que libera tudo,
Consciência em si, sua verdadeira natureza.
  
                                          Sua Santidade Dudjom Rinpoche
        

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Um país é como um sonho


Dilgo Khyentse Rinpoche

"Um lindo (querido) país é como um sonho, como uma ilusão. Não faz sentido apegar-se a ele. A menos que as forças internas das emoções negativas sejam dominadas, os conflitos com os inimigos externos nunca acabam." 

                                                                             Dilgo Khyentse Rinpoche

Morte e Impermanência

Chatral Sangye Dorje Rinpoche

Se você não refletir sobre a morte e a impermanência, não haverá maneira de praticar o Dharma puramente. A prática continuará sendo uma aspiração, que é constantemente adiada. E você pode se arrepender no dia em que a morte chegar, mas então já é tarde demais! 

                                                                                Sua Santidade Chatral Sangye Dorge Rinpoche

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

Passagem de Khatog Getse Tulku Rinpoche

Getse Tulku Rinpoche

O atual chefe da Escola Nyingma do Budismo Tibetano, Getse Tulku Rinpoche faleceu a poucos dias atrás, devido a consequências de um acidente sofrido por ele em Hattiban, próximo a Kathmandu, Nepal, onde estava em retiro.

 A notícia foi divulgada pelo site Tibet Sun em 21 de novembro.

Getse Rinpoche havia sido escolhido como 7°  chefe da Escola Nyingma no início de 2018 e era um dos 5 principais mestres da linhagem Khatog.


sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Quietamente, pacientemente... continuamos.

Mandril

Quietamente continuamos. Nossa silenciosa ausência se deve a não sintonia entre computadores antigos e sistemas modernos do blog, culminando com o falecimento do computador.
Assim que um novo e esperto computador se manifestar, voltaremos as postagens com mais frequência. Aproveitando o momento, estamos aceitando a doação de um computador usado.
Pacientemente, e sempre, quietamente.
Aquele abraço.

Paciência



A paciência é a maior amiga, pois ajuda a superar a raiva, a forma mais poderosa de desvirtude.
Por outro lado, com o passar do tempo, aparentar paciência e ferver por dentro, guardando ressentimento, só trás mais dificuldades. Apesar de haver virtude no fato de refrearmos a expressão evidente da raiva, a verdadeira paciência é a ausência de raiva na mente.

                                                                Chagdud Tulku Rinpoche
                                                    (Sementes de Sabedoria - Reflexões budistas para cultivar a paz)

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Losar Tashi Delek



Losar Tashi Delek

Que o Ano do Cachorro da Terra traga PAZ para todos os seres sencientes.
Que possamos viver livres de ansiedades e sofrimentos.
Que o respeito, a positividade e o sucesso nas boas intenções estejam presentes no dia a dia.
Que todos possam ser felizes e alcancem a felicidade definitiva.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

Novo Chefe da Escola Nyingma


Getse Tulku Rinpoche

O 4º  Khatog Getse Rinpoche, Gyurme Tenpa Gyaltsen, detentor da linhagem Khatog, foi nomeado como o 7º chefe da Escola Nyingma de budismo tibetano por um mandato de três anos.

No 29º Nyingma Monlam em Bodh Gaya, representantes da Escola Nyingma tomaram a decisão unânime de nomear Khatog Getse Rinpoche e outros cinco lamas Nyingma como chefe supremo da tradição Nyingma em uma base de mandato de três anos. Representantes dos seis grandes mosteiros Nyingma, Dzogchen, Shechen, Mindrolling, Dorje Drak e Palyul irão suceder a Khatog Getse Rinpoche como chefe supremo de Nyingma na base definitiva.

Khatog Getse Rinpoche nasceu em Golok, no leste do Tibete, em 1954. Rinpoche foi reconhecido pelo 16º Gyalwa Karmapa, Jamyang Khyentse Chökyi Lodrö e Adzom Gyalse Gyurme Dorje como a reencarnação do Terceiro Khatog Getse, Gyurme Tenpa Namgyal (1886-1952). Desde uma idade muito precoce, Rinpoche recebeu ensinamentos e capacitações de muitos mestres. Depois de chegar ao exílio em 1997, Getse Rinpoche recebeu ensinamentos e capacitações de Sua Santidade o 14º Dalai Lama, Taklung Tsetrul Rinpoche e Penor Rinpoche, entre outros.


Getse Tulku Rinpoche e Sua Santidade Dalai Lama