terça-feira, 22 de março de 2011

Inspiração

Dilgo Khyentse Rinpoche
    
    Dilgo Khyentse Rinpoche era um siddha. Ele seguiu um grande número de mestres e atingiu o maior grau de erudição na maioria das áreas do conhecimento. Para nós ele era a personificação da vigília original de todos os budas, o senhor de todas as mandalas - um mestre que era indissociável da mente de Padmasambhava. Seu coração estava em paz em seu propósito compassivo para libertar todos os seres. E foi esse propósito que se mostrou no imenso "girar da Roda do Dharma" que ele manifestou durante toda sua vida.

    Quanto a Guru yoga, existem os mestres exteriores, interiores e mais secretos. O mestre exterior é o que nos explica os aspectos gerais da prática espiritual, como começar as quatro sessões de 100.000 práticas preliminares. O mestre interior é o que nos da iniciações Vajrayana, explica o significado dos tantras e como aplicar os ensinamentos tântricos em nossas vidas. O mestre mais secreto é o que nos mostra a instrução, quem "nos traz face a face" com o estado nu de sabedoria não dual, de modo que percebemos isso na realidade dentro da nossa própria experiência. Desta forma, o Guru desperta o Buda dentro de nosso coração.

    É ensinado que em comparação a fazer oferendas a todos os Budas das dez direções, não há mais mérito que fazer oferendas a um único fio de cabelo em um dos poros do corpo do Guru. Então mantenha-se firme na Guru yoga. É através da prática sincera da Guru yoga que os três venenos diminuem, que o samadhi sem limites desdobra-se e benefícios inconcebíveis resultam, então definitivamente, pratique a Guru yoga.

Isso foi dito pelo Quarto Tsikey Chokling, Mingyur Dewey Dorje Trinley Kunkyab.

Tsikey Choklin Rinpoche


fonte: Blazing-Splendor (reproduzido com autorização)

Nenhum comentário: