quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

domingo, 13 de dezembro de 2015

"não vamos perder nossas vidas em atividades sem sentido"

Longchen Rabjam

"Nós ganhamos uma forma humana perfeita, com as suas liberdades e vantagens,  
nós nos encontramos com os preciosos ensinamentos do Mahayana,
e nós temos a liberdade de praticar o sagrado Dharma autenticamente.  
Então, neste momento, não vamos perder nossas vidas em atividades sem sentido,
mas trabalhar para o verdadeiro objetivo duradouro."

                                                              Longchen Rabjam
                                                            parte de "Conselhos sobre o sentido último"

Lótus Branco, de Jamgon Mipham, em português.



O comentário traduzido nestas páginas é incomum e raro. Mas, se o comentário é uma raridade, seu tema, a invocação em sete linhas a Guru Padmasambhava, é uma das preces mais conhecidas no mundo do budismo tibetano.
O significado geral da Prece de Sete Linhas talvez seja melhor entendido em relação a prática chamada guru yoga, ou “união com a natureza do guru.” O propósito de guru yoga é purificar e aprofundar a relação do discípulo com seu/sua professor(a). É introduzida como uma das práticas preliminares e permanece como crucial - de fato sua importância aumenta - à medida que se progride para os níveis mais avançados do caminho tântrico. O cultivo da devoção pelo(a) guru e a união da mente com a mente iluminada é, nas palavras de Dilgo Khyentse Rinpoche, “a mais vital e necessária de todas as práticas e é, em si mesma, a forma mais segura e rápida de alcançar a meta da iluminação.”
No que diz respeito a origem deste comentário, Mipham se refere no colofão a um evento que disparou o surgimento abrupto em sua mente do significado oculto da prece. Interessante notar que a linguagem que Mipham emprega sugere que o próprio comentário não é uma composição ordinária, mas o ensinamento de um tesouro, especificamente um “tesouro da mente”, ou gongter.
  • Formato: 14x21
  • Páginas: 144
  • ISBN: 978-85-66864-08-3
  • Tradutor: Marcelo Nicolodi

Louca Sabedoria, de Chogyam Trungpa, em português.



Chögyam Trungpa descreve a "louca sabedoria" como um estado mental inocente, dotado da qualidade do alvorecer -- fresco, brilhante, completamente desperto. Esse fascinante livro examina a vida de Padmasambhava -- o reverenciado professor indiano que levou o budismo ao Tibete -- para ilustrar o princípio da louca sabedoria. Dessa perspectiva profunda, a prática espiritual não fornece respostas confortáveis para a dor ou para a confusão. Pelo contrário, as emoções dolorosas são valorizadas como desafiadoras oportunidades que permitem novas descobertas. Em particular, o autor discute a meditação como uma forma prática de desvelar nossa própria sabedoria inata em meio à vida cotidiana.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Stupa de Boudhanath, Consagração da Força Vital - Video



A grande Stupa Jarongkashor em Boudhanath, Kathmandu, uma das três Stupas mais importantes do Nepal, ficou bastante danificada durante o terremoto no início do ano. No entanto, está sendo restaurada e no dia 03 de novembro, no auspicioso Lha Bab Duchen, Kyabje Dilgo Khyentse Yangsi Rinpoche e Kyabje Dudjom Yangsi Rinpoche lideraram um grande grupo de Rinpoches e monges das quatro principais tradições do budismo tibetano, oferecendo orações para consagrar e, finalmente, convidar a Força Vital (canal central), Sok-Shing, a residir no centro da stupa.

O Retorno de Mingyur Rinpoche


Mingyur Rinpoche esteve em retiro solitário nas montanhas do Himalaia, nos últimos quatro anos. Mantendo a tradição dos grandes mestres de meditação do passado, ele atravessou todo este período vagando livremente sem agenda ou plano fixo, meditando em cavernas e locais remotos.



Carta de Yongey Mingyur Rinpoche ao entrar em Retiro em 2011:

Stupa de Boudhanath, Consagração da Força Vital


A grande Stupa Jarongkashor em Boudhanath, Kathmandu, uma das três Stupas mais importantes do Nepal, ficou bastante danificada durante o terremoto no início do ano. No entanto, está sendo restaurada e no dia 03 de novembro, no auspicioso Lha Bab Duchen, Kyabje Dilgo Khyentse Yangsi Rinpoche e Kyabje Dudjom Yangsi Rinpoche lideraram um grande grupo de Rinpoches e monges das quatro principais tradições do budismo tibetano, oferecendo orações para consagrar e, finalmente, convidar a Força Vital (o canal central), Sok-Shing, a residir no centro da stupa.

























terça-feira, 27 de outubro de 2015

Arco-íris sobre o Buda


 Sangye Pema Zhepa Rinpoche, Dudjom Rinpoche, durante visita a Bumthang, Butão.


Reencarnação de Kyabje Dungse Thinley Norbu Rinpoche


   Se Gyanata

 Após três anos do Parinirvana de Kyabje Dungse Thinley Norbu Rinpoche, sua reencarnação foi encontrada e confirmada na data de hoje, um dia importante e muito auspicioso no calendário tibetano.
 
O Yangsy, Se Gyanata, é o unico filho de Garab Rinpoche . Ao que tudo indica, Sua Santidade Dodrupchen Rinpoche confirmou oficialmente o reconhecimento para Garab Rinpoche na manhã de ontem (Garab Rinpoche voou para Sikkim na noite de anteontem, a pedido do Sua Santidade DoDrupchen Rinpoche).
 
Este é um momento de grande alegria para todos, que as atividades do Rinpoche possam florescer e beneficiar por todos os cantos do mundo.
 
 

sábado, 17 de outubro de 2015

A Grande Estátua de Guru Rinpoche


Cerimônia ocorrida hoje em Dollu, próximo a Pharping, Nepal.
Dudjom Yangsi Sangye Pema Zhepa Rinpoche consagrou a maior estátua de Guru Rinpoche.



quarta-feira, 15 de julho de 2015

Parinirvana de Tromge Dechen Khachod Wangpo Rinpoche



"Com grande tristeza eu quero que vocês saibam da passagem de Tromge Dechen Khachod Wangpo Rinpoche, o muito amado e respeitado mestre que era o Lama Sênior do Tromge Gompa, e a encarnação do Tromge Terchen Drimed Khachod Wangpo, o guardião do dharma de Rigdzin Longsal Nyingpo. Ele estava descansando em samadhi por um longo tempo, então os Lamas na região aconselharam a manter a notícia de sua passagem em segredo; agora, no entanto, seu parinirvana se tornou público. Rinpoche tinha 90 anos, e nos alegramos muito que ele viveu tanto tempo e tocou a vida de tantas pessoas."
   
                                                               Jigme Tromge Rinpoche

terça-feira, 7 de julho de 2015

Dalai Lama 80 anos




O Retorno de Trulshik Rinpoche



É um momento feliz e uma grande honra compartilhar o surpreendente e auspicioso anuncio para toda a Comunidade Budista.

A Emanação unida do Grande Tradutor, Lochen Vairo Chana e Choegyal Terdag Lingpa, o rei de todos os mestres não sectários, o responsável pela expansão e continuidade da tradição vinaya, aquele que partiu em paz, o falecido Sua Santidade Kyabje Trulshik Ngawang Choki Lodroe Rinpoche manifestou uma encarnação novamente.

É a partir da sabedoria pura e não-convencional de analisar de Sua Santidade o 14º Dalai Lama, juntamente com o resultado da análise espiritual e compassiva de Sua Santidade o 12º Minling Trichen, Gyurmey Kunzang Jigmey Rinpoche que a criança nascida de Trulku Ngawang Choepal Gyatso e sua esposa Tsewang Drolma nomeado como Ngawang Tenzin Lodroe Rabsel é a autêntica e genuína reencarnação do anterior Trulshik Rinpoche.

Isso é declarado com orações de boa sorte para o sucesso de sua educação e capacidade de continuar as atividades espirituais de sua manifestação anterior.



(tradução do anuncio feito pelo Monasterio Mindrolling)