quinta-feira, 29 de março de 2012

Coração Desperto

Chögyam Trungpa Rinpoche

O coração desperto provém de estarmos dispostos a enfrentar nosso estado anímico. Essa exigência pode parecer excessiva, mas é necessária. Cada um de nós deve examinar-se perguntando quantas vezes tentou um contato pleno e verdadeiro com seu coração. Quantas vezes não desviou o olhar, temendo descobrir algo terrível em si mesmo? Quantas vezes pôde olhar o próprio rosto no espelho sem se sentir incomodado? Quantas vezes tentou fugir lendo o jornal, vendo televisão ou simplesmente devaneando? Esta é a pergunta crucial: em que medida cada um de nós esteve em contato consigo mesmo no decorrer da vida?

(Fonte: O autêntico coração da tristeza, em Shambhala: A trilha sagrada do guerreiro, páginas 47 e 48, no Blog Oceano de Dharma.)

Nenhum comentário: