quinta-feira, 16 de junho de 2011

Shabkar Tsodruk Rangdrol




Shabkar Tsodruk Rangdrol (1781 – 1850) foi um grande yogi tibetano que se tornou famoso por ser muito generoso com os pobres e necessitados, e também por adotar os ideais do vegetarianismo.

Nascido em Amdo ele fez muitas peregrinações para lugares sagrados no Tibet Central, Tsari, Nepal e Monte Kailash. Durante essas peregrinações ele ensinava e aconselhava as pessoas que encontrava em seu caminho, alem disso, encontrou-se com renomados mestres de diferentes escolas, com quem trocou experiências e ensinamentos sobre a filosofia budista e prática, entre eles estavam o Dalai Lama, o Panchen Rinpoche e Ngawang Nyentrak Rinpoche

Shabkar sempre foi bastante flexível em suas crenças, não se atendo a uma linhagem específica do budismo, respeitando todas as tradições, que muitas vezes competiam umas com as outras nessa época. Em seus ensinamentos enfatizava a importancia de se viver a filosofia e as doutrinas do budisto, sempre condenando o abate de qualquer animal.

Segundo sua  autobiografia, ele havia sido Avalokiteshvara, Manjushrimitra, Trenpa Namkha, Milarepa, o Glorioso Gyalse Thokmé, o Senhor Lodrö Gyaltsen e Thangtong Gyalpo. Entre essas encarnações anteriores, a que Shabkar mais enfatizou foi Milarepa, isso porque seu principal mestre, Chögyal Ngakyi Wangpo, era considerado a reencarnação de Marpa, o Tradutor, que era o mestre espiritual de Milarepa.

Shabkar estudou com mestres de todas as escolas, recebendo ensinamentos de Dzogchen de seu lama raiz, Chögyal Ngakyi Wangpo – um rei mongol e discípulo do primeiro Dodrupchen. Ele passou boa parte de sua vida em refúgios nas montanhas e um periodo de três anos na inascessível ilha de Tsonying Mahadewa no meio do lago Kokonor.

Conhecido como um escritor prolífico, era capaz de compor uma centena de páginas por dia, entre seus escritos o mais popular é o "Vôo do Garuda, Khanding Shoklap", a sua composição poética sobre Trekchö e Tögal.

Alguns outros livros de Shabkar foram traduzidos para o inglês, Matthieu Ricard traduziu sua autobiografia, “The Life of Shabkar – The Autobiography of a Tibetan Yogi”, lançado pela Snow Lion e o Grupo de Traduções Padmakara publicou o “Food of Bodhisattvas – Buddhist Teachings on Abstaining from Meat” (Comida dos Bodhisatvas – Ensinamentos Budistas na abstenção da carne).

Nenhum comentário: