sexta-feira, 22 de abril de 2011

Lhatsün Namkha Jigme

Lhatsün Namkha Jigme


    Lhatsün Namkha Jigme nasceu em Jaryül, ao sul do Tibet, por volta de 1590. Ele foi uma encarnação do grande Vimalamitra e também do onisciente Longchenpa. Ao nascer, o espaço entre suas sobrancelhas e as pontas de sua língua e nariz estavam marcados claramente com a silaba-semente AH.

    Em 1607 ele foi ordenado monge por Tulku Orgyen Paljor e recebeu o nome Kunzang Namgyal. Ele praticou o Kagye (os "Oito Grane Herukas") e Lama Gongdu, dominando completamente todas as realizações e atividades iluminadas dessas praticas.

    Ele permaneceu por 17 anos com Dzogchenpa Sonam Wangpo, de quem recebeu as instruções completas de Nyingtik, de Ngawang Mikyo Dorje recebeu a instrução completa da pratica de yoga secreta, conhecida como "O Caminho do Meio Hábil" e suas atividades conhecidas como "a conduta disciplinada do estado desperto".

    Ele foi o discípulo do coração de Rigdzin Jatson Nyingpo e também de Tertön Düdül  Dorje, Jatson Nyingpo transmitiu a ele o Ratnasammanyasamgha, ensinamentos Konchok Chidu como detentor da linhagem. Ele se tornou um praticante supremo de todos esses ensinamentos e muitos lamas consideram que, desde então, ninguém mais conseguiu tal realização.

   Namkha Jigme também foi um tertön, ele descobriu o tesouro da "Realização da Vida do Vidyadhara", de onde vem as praticas de "Riwo Sangchö" e "A Canção Espontânea das Nuvens: o Núcleo da Realidade Indestrutivel". Através da prática de "Riwo Sangchö" ele foi capaz de remover todos os obstáculos humanos e não humanos para o Dharma no Sikkim, abrindo-o como uma "terra secreta" para os ensinamentos. Devido a isso, ele foi capaz de ensinar a Grande Perfeição, Dzogchen, por todo o Sikkim pelo resto de sua vida, estabelecendo uma vibrante e ininterrupta linhagem que continua até os dias de hoje.

    Incentivado por Jatson Nyingpo e Düdül Dorje, juntamente com Kathok Rigdzin Chenpo e Ngadak Sempa Phuntsok ele foi ao Sikkim no ano do cavalo de água do calendário tibetano (1962) e estabeleceu a Dinastia Real Phuntsok Namgyal, nomeando o jovem Bhutia Phuntsok Namgyal, que se tornou o primeiro Chogyal (Rei do Dharma) do Sikkim.

    Mais de duas centenas de escritos de Lhatsün Namkha Jigme sobreviveram com o passar dos anos e continuaram a ser transmitidos e praticados pelo Tibet e pelo Sikkim até os dias de hoje. No Brasil, os centros Chagdud Gonpa, criados por Chagdud Tulku Rinpoche, fazem a prática de "Riwo Sangchö" regularmente.

    Suas encarnações seguintes continuaram seus trabalhos no Sikkim e incluem a linhagem Khyentse. Jamyang Khyentse Chokyi Lodro lembra em sua autobiografia  que teve claras recordações de sua vida passada como Lhatsun Namkha Jigme.

Nenhum comentário: