segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Mensagem de Sangye Pema Zhepa, Dudjom Tulku



SUA SANTIDADE DUDJOM RINPOCHE
Sangye Pema Zhepa
Chefe Supremo do Dudjom Tersar

Neste extremamente degenerado período final dos tempos, devido a fraca fortuna dos seres e do declínio da doutrina do Buda, os sublimes e sagrados grandes mestres da Gloriosa Primeira Grande Escola Secreta de Tradução estão partindo para as terras puras, um após o outro. Devemos sentir grande tristeza. Em especial, o defensor do profundo tesouro da secreta grande linhagem oral, o soberano de apresentações doutrinais completas da Primeira Escola de Traduções, aquele que mostrou bondade inigualável para com todos os ensinamentos, gerais e específicos, dos budas triunfantes, e meu único foco de devoção: o mais próximo Senhor da Família, o principal protetor da mandala, meu lama raiz, o grande Kyabje Chatral Dorje Chang demonstrou uma maneira de fundir sua mente de sabedoria para dentro da vasta extensão da realidade pura em 30 de dezembro de 2015, a fim de inspirar seus discípulos inclinados à preguiça e ainda fixar-se em permanência para a prática do dharma sagrado. É uma perda enorme para todos os seres e para a religião budista, e estamos extremamente tristes e desolados.

Nosso
Senhor de Refúgio que agora partiu para a felicidade, foi predito como embaixador autorizado inigualável do significado definitivo por muitos mestres sagrados das grandes tradições secretas Kama e Terma. Especialmente, o anterior Dudjom Rinpoche, imprimiu sobre Chatral Rinpoche a importância dele viver 100 anos e permanecer como o glorioso protetor dos ensinamentos do Buda e dos seres sencientes. Assim Sua Santidade viveu mais de 105 anos de idade e aperfeiçoou totalmente o seu tempo de vida e sua atividade de sabedoria. Ele ergueu o grande ensinamento secreto das profundezas de brasas fumegantes. Ele içou o estandarte da vitória das instruções da linhagem da prática. Todos os anos, ele estabeleceu dezenas de milhares de criaturas indefesas em refúgios onde elas poderiam permanecer sem medo. Ele protegeu animais fracos e assumiu um papel de liderança em relação ao vegetarianismo. Voluntáriamente escolheu um estilo de vida de extrema simplicidade como um mendicante despreocupado, ele era incomparável em viver o que pregava: um praticante absolutamente puro. Um elevado e incrível detentor da doutrina, Sua Santidade tinha total domínio no significado secreto e profundo de todos os ensinamentos de Buda: os sutras, tantras, e a tradição de instruções profundas e diretas. Para alguém que gosta de Sua Santidade não há necessidade de engajar-se em práticas especiais , extensivas e elaboradas, para purificação de obscurecimentos e assim por diante. No entanto, para nós discípulos, para a completa acumulação de mérito e sabedoria, estamos reunidos para fazer grandes oferendas para o sua passagem, em frente de seu precioso kaya de sabedoria, durante todo o período de quarenta e nove dias.

Assim, para lembrar a bondade suprema de seu ser sagrado, eu peço a todos os que têm devoção a ele, especialmente todos seguidores da linhagem Nyingma em geral e, especificamente, os praticantes Tersar da minha tradição, onde quer que estejam no mundo, em centros de dharma
e monastérios Dudjom e privadamente em casa - em todo e qualquer lugar - para fazer oferendas o mais amplamente possível para a passagem de Sua Santidade Chatral Rinpoche. Eu também peço a todos para observar o vegetarianismo, no melhor dos casos continuamente, em segundo por um ano e por fim durante o período de quarenta e nove dias. Finalmente, eu peço a todos que se esforçem em salvar a vida de seres como peixes e cabras e outros animais, o tanto quanto possível.

Sua Santidade, ele próprio, deixou duas mensagens como seu testamento final. Ele disse: "Em primeiro lugar, não há necessidade de procurar por minha reencarnação depois de minha passagem. Segundo, não fique triste."


Assim, uma vez que estamos respeitando os próprios desejos finais do Rinpoche, não necessitando de orações pelo rápido renascimento e pedidos para identificar outro tulku, por favor, todos compreendam e sigam corretamente desta forma.


O tulku do grande revelador de tesouros Dudjom, Sangye Pema Zhepa, nomeado por Sua Santidade que partiu por si mesmo, compos isto no vigésimo-oitavo dia do décimo primeiro mês, no décimo-sétimo ciclo tibetano de sessenta anos, a data ocidental de 7 de janeiro de 2016 .


Sangye Pema Zhepa após prestar homenagens ao Kundum de Chatral Rinpoche, 06/01/2016.

Nenhum comentário: