domingo, 3 de agosto de 2014

Sintonizar o Darma

Longchen Rabjam

Mesmo que aparentemente tenhamos um conhecimento sem limites derivados do estudo e da reflexão, se o nosso carácter fundamental não está sintonizado com o darma, não teremos dominado o inimigo: as emoções destrutivas.

Se não balizarmos os nossos desejos interiores adotando uma atitude em que não precisamos de nada, sabermos muito bem mil palavras não nos dará um prazer verdadeiro.

Se durante a vida não conseguimos prepararmo-nos para o momento da morte, então não realizamos o objetivo principal que precisamos no momento da morte.

                                                                 Longchen Rabjam
                             em "Um espelho que revela os sinais essenciais: Conselho sobre o sentido último"
 

Nenhum comentário: